DESTAQUES

Tchizé Dos Santos desmente informação veiculada pela TPA 1.

Num post na sua conta pessoal da rede social Facebook, Welwitchia dos Santos também conhecida como Tchizé partilhou o que seria um comunicado de esclarecimento vindo da Semba comunicação, em que se pode ler o seguinte: 

COMUNICADO (SOBRE A TPA 2, que Recebi e estou a partilhar)

Atendendo ao interesse público, vimos esclarecer alguns aspectos ligados à prestação de serviços que vinculavam a SEMBA COMUNICAÇÃO ao Canal 2 da TPA:

1.   No âmbito de um acordo comercial de parceria entre TPA e a empresa privada Westside Investments, a SEMBA COMUNICAÇÃO foi contratada pela segunda, por 50.000.000 AKZ (Cinquenta milhões de Kwanzas) mensais, para prestar serviços técnicos de produção de conteúdos, gestão de grelha, assistência técnica e formação de quadro, cerca de um décimo (1/10) comparativamente ao orçamento mensal da TPA, de acordo com o OGE;

2.   Durante a vigência desse compromisso a SEMBA assegurou a totalidade da operação com cerca de 150 técnicos, formados on-job, na sua maioria jovens que conquistaram o seu primeiro emprego, repartidos em quadros oriundos da TPA e outros contratados pela SEMBA, o que permitiu formar mais de 400 profissionais nacionais para o mercado;

3.   Com o anúncio do fim do contrato no dia 15 de Novembro de 2017, foi disponibilizado ao cliente TPA, no dia seguinte, a sinopse e o quadro técnico de cada um dos programas, o que motivou a manifestação de interesse por parte da TPA, no passado dia 22 de Dezembro, e início de negociação directa, para a contratação de 27 profissionais da SEMBA;

4.   Aos restantes funcionários agora fora do projecto TPA 2, a SEMBA COMUNICAÇÃO assegura a todos os seus direitos, incluindo o salário, e conta com os mesmos para explorar e desenvolver outras iniciativas comerciais no mercado do audiovisual;

5.   Foi rigorosamente acautelado o cumprimento até a data indicada (31 de Dezembro de 2017) como de termo de emissão de todos os serviços, e assegurado que todos os equipamentos do estúdio e de emissão estivessem operacionais para continuidade do projecto. Em nenhum momento foi retirado equipamento que comprometesse ou que pusesse em causa a continuidade ou a qualidade da emissão do sinal, nem nenhum conteúdo gráfico de identificação do canal como logotipos, separadores entre outros;

6.   Não tendo existido interesse negocial em relação à permanência de nenhum conteúdo produzido pela SEMBA, procedemos à desmontagem dos cenários para assegurar a entrega do único estúdio utilizado pelo canal 2, dos vários estúdios existentes no centro de produção de Camama, livre e sem obstáculos;

7.   Atendendo que prestava um serviço para um órgão de comunicação social público com vários compromissos operacionais e comerciais sempre foi sensível a questões conjunturais. Por este motivo, mais do que apenas prestar serviços, apresentou soluções utilizando a sua relação com o mercado para produzir e apresentar adicionalmente conteúdos de qualidade em beneficio do canal 2, sem qualquer tipo de ónus financeiro para a TPA;

8.   A SEMBA honra-se por prestar com elevado padrão e as melhores práticas de trabalho todos os seus serviços e compromissos, estando inteiramente disponível para emprestar o seu conhecimento a todos os operadores no mercado do audiovisual.
Luanda aos 4 de Janeiro de 2018
Administração SEMBA COMUNICAÇÃO

Anúncios

Categorias:DESTAQUES, PAÍS

COMENTAR

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s